Favela Vive 5 (Cypher) lyrics

by

MC Hariel


[Letra de "Favela Vive 5" com ADL, Major RD, MC Hariel, MC Marechal & Leci Brandão]

[Intro: Leci Brandão]
Favela Vive

[Verso 1: DK 47]
Se a noite vira dia, no céu brilham os traçantes
Peço a Deus que me ilumine nesse instante
Perdoa meus inimigos, ainda são iniciante
Tava achando que podia amarrar leão com barbante
Não entende meu semblante, porque eu tô sempre bolado
Se tu entende o que acontece, tu devia tá revoltado
Tem um médico de plantão pra 27 paciente
27 assеssores pra apenas um deputado
É o país dеntro do buraco
Tu vê o professor humilhado dentro da sala de aula por um salário de esmola
Enquanto o mundo enriquece e idolatra influencer
Que faz vídeo pro Instagram pra ficar te indicando loja
Se tu fala sem pensar, mas tá lançando as roupa foda
Se tu gera conteúdo que soma nada com nada
Se prepara pra ter fama e tá no topo das parada
Tu é o mais novo candidato a ídolo da molecada
O irmão Moïse espancado até a morte no quiosque
É o Estado assassinando a juventude na favela
Ultimamente eu tô sem tempo pra ir pro estúdio fazer música
Convoca minha caneta quando for pra fazer guerra
"Dia da caça e do caçador", eu já cansei de ouvir essas merda
Papo torto de comédia que não entende a vida louca
Tem as regra na favela que é uma selva de pedra
E que dia que tu viu a zebra com o leão na boca?
Eu vejo a vida imitando aquele filme triste
Eu fazendo show lotado em pleno COVID
Senhoras e senhores, vou tocar o violino
Enquanto a gente assiste afundar o Titanic
[Verso 2: Major RD]
Boa noite, Sr. ouvinte
Então, o negócio é o seguinte
Prometo não tomar todo o teu tempo
Eu me chamo Major RD
Sou um MC modinha que não vai passar de 2030
Eu vim pra cuspir verdades, se não gostar cê pode desligar o PC
Eu fundei a Brutang, venci umas batalha de sangue
Flow flexível boomerang
Minha ex diz que é por fama, vai se foder
Vi meu primo Alexandre se envolver no crime, ser morto a paulada, com as mãos amarradas
E sem chance de se defender
Pensamento amplo
Sempre soube que rap era um templo
Por isso eu não dou mole no campo
Tô fora do sample
Memo sem cachê, rap era o trampo
Pra menorzada eu virei exemplo
Favela vive, sabendo que o Lucas não tá vivo
Vou repetir sempre que possível
Efeito massivo, preto se fodendo é atrativo
Querem te matar sem ter motivo
Rio de Janeiro fez eu aprender que, se eu pisar onde eu não devo, eu morro com fama de traficante
Menorzão ligeiro, pra minha mãe não ter que me enterrar no Ensino Médio alegando que eu era um estudante
Eu sempre me esquivei do problema numa elegância suprema
De madrugada, pelo baile do Barbante
Tu nem saiu da maisena, teu próprio papo condena
E o que tu fez pela tua área de importante?
Vi BK, DK, Funkero e Bill rimando na chuva com uns verso sem curva
Pensei: "Eu sinto, isso é real"
Eu passei pela prova no veneno, eu fiz o memo
Sempre honrei o compromisso, o Lord sabe, é surreal
Montei gravadora, comprei dois cavalo caro
Tirei uns menor do crime, a Rock Danger é um legado
Santa protetora é quem protege meus soldado
Favela, inimigo do Estado
[Verso 3: MC Hariel]
Favela Vive
Coisas que só quem é favela vive
Sonho tá a quilômetro, a morte tá a milímetros
Favela vive, mas uns não sobrevive
Com o fim antecipado e oito bala no perímetro
Desde menor tem coisa que eu não compreendo e isso foi me corroendo, eu tive que me expressar
Mas quantos morrem, quantos sofrem na mão do racismo imundo e não tem chance de falar
Olha quanta gente morre em nome da paz
Comício, rastro de sangue que ficou pra trás
Hoje, o capeta tá falando: "Deus acima de tudo"
Camburão pro seus capanga virou câmara de gás
Quanto tempo faz? Todo é dia é 1 de abril
Progresso ninguém viu, só mais uma fake news
Que a ordem era acabar com a mamata do Brasil
Em quatro ano, do que tava só regrediu
Eu e o meus mano seguindo a linha do Brown
Não pago pau pra boy que é fã de filme de Van Damme
Brasil é selva, nóis é demais pro seu quintal
Pra nós segue normal, cês é cachorro de madame
Revolta pra nóis é um estado natural
Disposição nóis tem até na falta de incentivo
Mente blindada, originalmente original
Em prol da pane do sistema, Favela Vive 5

[Verso 4: Lord]
Abri o bloco de notas pra fechar mais uma conta
Antes de ser preso com uma ponta
Corre se eles veem se tu é da cor que eles são contra
Corre é o carai, menor, que agora nóis confronta
Diz quem é que não quer poder subir
Sem ser interrompido aos tiras de metralhadora
Energia ruim, reza forte da pastora
Nós viu morrer pobre que nem era da boca
Na hora da novela, vários moradores na viela
Televisão noticia guerra
15 anos de idade, de G3 na janela
Sem novidade pra quem mora na favela
Vida do soldado de chinelo e bermuda
Festa pra esquecer do luto, nada muda
Whisky pra curar ressaca
Vida cara, mão de obra barata
"Quer nem saber de nada"
Favela tá lutando, mas ainda não venceu
Se eu lembrar de quem morreu, Edivaldo, Amarildo, Moïse
Entrando na sua mente desde que você nasceu
Pra tu ser um Zé pequeno e nunca ser um MC Poze
Favela tá lutando, mas ainda não venceu
Se eu lembrar de quem morreu, saudade, choro muitas vezes
Quem dera se eu matasse e nesses versos nós vivesse
Quem dera se eu ficando rico, favela vencesse
Se um de nós tá preso, ninguém tá liberto
Um de nós com fome, ninguém tá alimentado
Se tu vê injustiça com um de nós e tá calado, pô
Tu não fecha com nóis, neguin, tu fecha do outro lado
Visão do TyCaçula: Os menor tão feliz de AK
Deviam tá feliz igual o Major: 60K
Deviam tá brincando de bola, campeão brasileiro
Moleque artilheiro, Luva de Pedreiro
Mas parece que nóis cai igual uma luva
Um preto na pista: pra eles uva, PM abusa
Muito diferente do que muitos rapper dizem
Não viveram nada, só sobem pra gravar o clipe
Mas de onde eu vim, vi menor morrer
Vi PC nascer, vi PC crescer, a obra de PC crescer
MT, professor, a vó de DK escrever
Se ainda não venceu, favela vai vencer
[Ponte: MC Marechal]
Favela Vive
Música de mensagem
Cultura Hip-hop vive
Vamo voltar à realidade, neguin

[Verso 5: MC Marechal]
Cuidado com aqueles que falam em nome de Deus o que Deus nunca disse
E ainda se acham acima de todos
É o desespero, pá, despreparo
Tramaram pra cima dos meus, socorro
Jornal disse: "Tava armado", mente
Sobre ancestrais e antecedentes
Foda-se a paz que tem sangue inocente
Cês quer me enterrar, mas eu sou semente
Não sou o bala, eu tô mais pras mães que pulam na frente e defende o filho adolescente que sente demais
Quanto é diferente um pai que te aguarda de um pai com aguardente
É urgente
Esperançar mais que só ter esperança
Falo de adultos de 12 de idade
Com o bonde formado, breve em faculdades
A tropa avança, favela
F, família
A de aliança
V de visão
E de equidade
L, lili, liberdade
A, um dia nóis alcança
Cato um malote, ao invés do cordão, boto um centro de esporte e cultura
Fala pra eles, fé nas criança, favela cria
Coisas além da loucura
Mais que a cintura, ignorante é abraçar esses caô do opressor
Só fala de marca
Marca alguns jovens que ainda não distinguem entre preço e valor
Eu tô na luta por mais líderes que seguidor
A cena mudou e a postura mantive
Rap real, tipo que tá faltando
Essa porra arrepia, aqui é Favela Vive!

[Verso 6: Leci Brandão]
Nas favelas da Maré, Vila Isabel e Mangueira, nasce uma nova líder popular
O morro tá cansado de aturar a polícia entrar e atirar
E, antes de ir embora, deixar no chão o corpo de uma mulher preta
Enquanto a família brasileira tá distraída com séries, redes sociais e sites de fofoca
Se entopem de droga
Televisão, celular, iFood e Coca-Cola
Tem um favelado sendo assassinado agora
Menos presídios, mais escolas
Mais livros e menos pistolas
Ou seremos Zé do Caroço ou vamos todos puxar carroça
Quem mandou matar Marielle?
São quatro anos sem respostas
O sistema sorri, favela chora, querem apagar nossa história
Aos antepassados, glórias, glórias
E atravessando as águas igual Harriet, cantaremos nossa vitória
Porque a favela quer viver
A favela quer viver
A favela quer viver
Mas a burguesia não se importa
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
Copyright © 2012 - 2021 BeeLyrics.Net