Nocivo Shomon

"Olhos de Serpente"

[Letra de "Olhos de Serpente" por Nocivo Shomon]

[INTRO]
Ei...
Rap de mensagem...

[VERSO 1]
Parcela atrasada, e a "muié" acelerando
Velozes e furiosas, as contas estão chegando
Dinheiro gastamo tudo, e o mês só tá começando
Tudo é passageiro, menos o banco cobrando

Tô me matando de trabalhar! Pra conquistar o básico conforto
Metade o governo vai levar, na terra onde já nascemos devendo imposto
Lave o rosto nas águas sagradas da pia, e a conta de água, um balde de água fria
Nos meus planos de guardar pra gastar, ganhando só um salário parcelo Madagascar

Difícil me livrar da dívida externa, difícil me livrar da dívida interna
Do tempo das caverna o povo é explorado, trabalhando o ano inteiro pra ter tênis importado
No baile perfumado, sistema envolve você, de "kit" na balada em casa nada pra comer
Olha só que rolê bacana... Você tênis de mil, sua mãe de Havaiana

(Hey!) Tentáculo seduz, uma ponte de safena calculo conta de luz
Americanizados, colônia Brasil conduz, acha foda hot dog desmerece o cuzcuz
Bin Laden de capuz, não trampe de gravata matando primata, o escravocrata
Eu sou vira-lata na lata jogo latrina, vamo lá seleção, a pátria da propina!

Traficante preso, não o dono da cocaína, que manda de aeronave, aves de rapina
Álcool, nicotina, no gueto faz chacina, aproveita a greve aumenta a gasolina
Rimando fatos e não rumor, dos "pela" o temor, na escrita um tumor
E as mortes na Somália pra mídia parece humor

TV esconde a dor, camuflando a verdade
Droga ou novela, fuga da realidade
Desde menor de idade, só conheceu maldade
Onde o preço do abandono... (Yeah) É o pior da humanidade...

Religiões, fogueira da vaidade
Disputando fiéis, distante de santidade
Várias conheci, esqueci da bondade
Em quantas vi Jesus? De duas nem metade...

[REFRÃO]
Abra os olhos pra ver quem comanda o mundo...
(2x)
Abra os olhos, a mente, janela pro mundo...
Abra os olhos pra ver quem comanda o mundo...

[VERSO 2]
(Rrrrá!) O Brasil virou um puteiro, e o Congresso virou um chiqueiro
Pena que aqui nem todo brasileiro, tem a atitude dos camioneiro
Tudo por dinheiro, sistema genocida
Eles só querem grana, e que se foda a vida

Estica as batida, pra esticar o verso
E a Nova Ordem, desordem e regresso
Quero um ingresso pro final do mundo...
Assista tudo de camarote, soldados de Salomão... No templo de Iscariotes

Se alimenta de morte, nossa guerra gera lucro
Abraço da serpente, tem cheiro de sepulcro
Só mais um maluco, se liga "maloca"
Decompondo corpos... Química da coca!

O ar te sufoca, nunca mais foi puro
Desde o passado, fodendo o futuro
Em cima do muro, no país do juro
Quem vive com medo, morre "chei" de furo

Jovem prematuro, no sexo, no vício
Seu vazio induz mergulho no precipício
Espalha a depressão na selva de edifício
Me diz quem mente mais... Nóis ou verme no comício? (Há! Há!)
Me diz quem mente mais... Nóis ou verme no comício? (Yeah)
Me diz quem mente mais... Nóis ou verme no comício...

[REFRÃO]
Abra os olhos pra ver quem comanda o mundo...
(4x)

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
Copyright © 2018 Bee Lyrics.Net