Lhast

"Biscate"

[Verso: Mic Selva]
É o comício do rap
Como da arrogância
Nota-se à distância quem é fat
Se não sentes tanto, foda-se
Antes molda-se
Agora é pensar sem partir do princípio
Que há regras para fazer isto como pensaste no início
Tu mudaste, tu mudaste
Nunca mudo, nunca mudo
Mas nem oito nem oitenta
Aos vinte não sabes tudo
Ouvintes já sabem muito
Tenho ouvidos com requinte
Contextualiza o absurdo
Novo som, figura triste
Olha a diferença
Eu tenho uma sensação que me enche o ego
Desde que o jungle aparеceu
Renasceu Carcavеlos
Quero mantê-los, estou no bar
Dá-me junta para o privado
Não dá para tocar, não pago
Mas dá para vincar o laço
Passo a passo, quem te disse?
Que eu ando a matar-me em traços
Rumores falsos, javardice
Já que 'tá nisso, lava a boca
Andas a lamber rabos errados
Lambo conas, se eu lambo conas
É irónico eu ter-te chamado
É crónico este meu estado
Revoltado, 'tá no gene
E para ti sou mau olhado mas também sonho com BM's
Uma porca de R&B
Diz-me o tom em que tu gemes
Não tenho pinta de mc
Mas se eu meto a língua até tremes
Palavra de honra
Não há quem concorra com este paleio
Não dá para as contas
Conta com uma mão no seio
Eu 'tou no meio das anacondas
A ver quem chega primeiro
A cair na graça de umas conas
Para ter concerto cheio
Ma n*gga please, n*gga please
Caga no que se diz
Toma, não preciso
Passa-me esse spliff
Ela esboça um sorriso
A qualquer indivíduo
Essa cabra não condiz
Com nada do que viste, b*tch
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
Copyright © 2018 Bee Lyrics.Net